Reciclagem da Vida

Exemplos de Reciclagem da Vida

Os três fatos a seguir constituíram notícia de jornal e estão entre os milhares de outros, que acontecem no cotidiano, nas diferentes sociedades do mundo inteiro. São experiências de reciclagens, ou transformações para melhor, que as personalidades humanas promovem na vida pessoal. 

– Um jovem adulto, abandonou a carreira, após trabalhar 17 anos na profissão de engenheiro, porque cansou-se da profissão. 

– O segundo acontecimento foi a moça formada e qualificada em Odontologia, que se sentia profundamente infeliz e alterou o rumo da vida pessoal, prestando concurso público.

– O terceiro exemplo é o de uma senhora, que abandonou a profissão de vendedora de joias e se transformou em empresária.

A reciclagem da vida sob a ótica da Conscienciologia visa a aplicação da recin, ou reciclagem intraconsciencial, uma renovação intrafísica, intraconsciencial e cognitiva que a pessoa executa, visando a satisfação pessoal, bem-estar físico, psicológico, profissional e existencial.

 

Porque Reciclar? 

Os motivos que levam os seres humanos a mudar de profissão, cuidar da estética corporal, implantar a própria reeducação alimentar, abandonar vícios antifisiológicos, dentre outros, objetivam o alcance da felicidade, sentirem-se melhores consigo mesmos e aumentar o nível de satisfação.

Essas metamorfoses na própria vida, com a finalidade de realizar um sonho, “buscar a felicidade”, dependem da decisão de cada um, nada é imposto a ninguém. Isso exige coragem, determinação, visão do futuro, sendo um tipo de resolução, que não pode ser delegada a ninguém.

 

A Reciclagem sob a ótica da Conscienciológica

O uso do paradigma consciencial possibilita aos pesquisadores da Conscienciologia estudarem as vidas anteriores, as bioenergias, a identificação dos corpos utilizados pela consciência favorecida pelas experiências fora do corpo humano, as múltiplas dimensões, o padrão de ética vigente no Cosmos e a condição da consciência realizar suas próprias investigações pesquisísticas.    

Sob essa perspectiva, é possível compreender que a dimensão intrafísica, ou o mundo em que vivemos, oferece oportunidades para a consciência se observar e concretizar as reciclagens necessárias a si. 

A técnica da recéxis (reciclagem existencial) é um investimento na elaboração de um planejamento para que a existência humana se torne mais produtiva, mais rentável, trazendo maiores benefícios a si e aos outros. Um planejamento para a existência humana contempla tanto as necessidades básicas do ser humano, quanto a necessidade de evolução da consciência.

Embora essas necessidades sejam personalíssimas, há alguns pontos comuns, por exemplo:

  • O investimento no domínio das energias;
  • A prática diária de interassistência com o uso das bioenergias;
  • A docência em Conscienciologia;
  • O compartilhamento das superações através da escrita;
  • O voluntariado conscienciológico,
  • As lembranças saudáveis de vidas passadas;
  • O desenvolvimento das habilidades pessoais e das percepções humanas, e consequentemente;
  • O estudo, pesquisa e escrita sobre as mesmas.   

 

Conclusão

Elaborar, desempenhar, avaliar e cumprir esse planejamento possibilita que o indivíduo concretize a maior quantidade possível de aquisição de neossinapses, ou aprendizados, a ponto de manter-se refratária nas interações com consciências patológicas.

Os benefícios das reciclagens concretizadas com base no paradigma consciencial têm permitido à autora: a expansão e diversificação do público-alvo de interassistência, o desenvolvimento do autodidatismo, torna evidente a resiliência diante dos percalços da vida, maior dedicação às autoinvestigações, além da autoconvicção de estar no caminho certo nesta jornada evolutiva. 

Autora

Marta Ramiro

Licenciatura e Bacharelado em Física, pela PUC-SP.
Voluntária do Campus CEAEC desde 2005 e integrante do Colégio Invisível da Recexologia, desde 1995.
Docente da Conscienciologia desde 1995.

Referências Bibliográficas

1. Coaracy, Jael; Vai Dar Certo: atitudes de alto impacto para mudar a sua vida; 3ª. Ed.; Best Seller, Rio de Janeiro; 2007.
2. Guzzi, Flavia; Mudar ou Mudar: relatos de uma reciclante existencial; Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia; Rio de Janeiro, RJ; 1998.
3. Vieira, Waldo; Manual da Proéxis: Programação Existencial; 5ª Ed. rev.; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2011.
4. Vieira, Waldo; 700 Experimentos da Conscienciologia; 3ª. Ed.; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2013.

Periódicos

1. Abreu, Marcelo; Virada de Mesa; Reportagem; Assefaz; Revista; Trimestral; Ano VII; N. 30; Brasília, DF; Jan/fev/mar, 2003; páginas 8 a 15.
2. Oyama, Thais; A Metamorfose da Feiticeira; Veja; Revista; Mensal; Ano 35; No. 8; Ed. 1.740, 27 de janeiro de 2002; páginas 110 e 111.
3. Whiteman, Vivian; Tops pedem Equilíbrio Emocional a Modelos; Folha de São Paulo; Jornal; diário; Ano 86; N. 28.352; Caderno: Cotidiano; São Paulo, SP; página C5. 

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Cadastre-se

📩 Receba NOVIDADES sobre a Agenda de Eventos do CEAEC. 
Insira seu melhor e-mail abaixo:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Publicações Recentes