O que é a Conscienciologia?

“Ciência que estuda a consciência de modo integral, holossomático, multidimensional, multimilenar, multiexistencial e, sobretudo, conforme as suas reações perante as energias imanentes (EIs) e as energias conscienciais (ECs), bem como em seus múltiplos estados de manifestações pensênicas”.
(Waldo Vieira, 1994).

É uma neociência que visa o estudo da consciência e suas diversas formas de manifestação. Já o termo Conscienciologia vem do Latim: conscientia (conhecimento) e do Grego: logos (estudo). Neste contexto, consciência aqui significa o mesmo que ego, a alma, o ser ou o self.

O termo surgiu pela primeira vez no ano 1981, no livro “Projeções da Consciência  – Diário de Experiências Fora do Corpo Físico”, do médico e pesquisador brasileiro Waldo Vieira (1932-2015), que na presente obra propôs este termo no intuito de fornecer subsídios para que estes fenômenos, antes relegados a categorias místicas ou religiosas, passassem a ser pesquisados de modo científico, sistematizados e replicáveis, através de um novo paradigma, que é o Paradigma Consciencial.

O Paradigma Consciencial é muito mais abrangente e complexo por abarcar a realidade de maneira multidimensional e multifacetada em oposição ao paradigma fiscalista ou cartesiano, que é limitado a esta dimensão física apenas. Ele parte de algumas premissas básicas:

  • 1. Veículos. A consciência manifesta-se não apenas através de um corpo físico, mas dispõe de um conjunto de diferentes corpos ou veículos de manifestação (biológico, energético, astral ou emocional e mental).
  • 2. Bioenergias. Em nossa existência humana, as energias têm influência direta em todas as relações estabelecidas com pessoas, ambientes e situações, sendo de fundamental importância o seu entendimento e domínio para a nossa saúde.
  • 3. Dimensões. A realidade vivenciada pela consciência não se limita apenas à dimensão intrafísica, mas se estende por múltiplas dimensões, caracterizadas por diferentes padrões vibratórios de energia. Estas dimensões podem ser verificadas através da experiência fora do corpo.
  • 4. Existências. A consciência não passa apenas por uma existência física, mas por uma série de vidas sucessivas ao longo de seu processo evolutivo, vivenciando períodos alternados entre a dimensão intrafísica e a extrafísica. Quanto mais lúcida a pessoa estiver para este processo, maior será o aproveitamento das oportunidades de vida a fim de superar suas dificuldades e desenvolver seus aspectos positivos.
  • 5. Universalismo. Através da percepção da realidade multidimensional, a consciência vivencia o Universalismo, ou seja, um senso de integração universal, cosmopolita e aberto, superando os sectarismos, bairrismos e preconceitos de qualquer tipo.

Em síntese afirmamos que a Conscienciologia se propõe a estudar a consciência (eu e você) de uma maneira integral, com uma nova abordagem, englobando para isso todos os seus corpos ou veículos de manifestações, as dimensões e existências multimilenares, em um enfoque integrado. A Conscienciologia afirma que não somos o corpo físico ou corpo biológico nem um produto das intricadas conexões neurais produzidas pelo cérebro humano. Esse fato pode ser verificado através das experiências fora do corpo, também conhecidas popularmente como viajem astral ou desdobramento, por exemplo.

Partindo destas premissas, a Conscienciologia propõe que consciência pode se manifestar a partir de 4 estados básicos:

  • Intrafísico: Corresponde ao estado de consciência na dimensão física, imersa na matéria vitalizada do corpo físico.
  • Projetivo: Corresponde ao estado de consciência projetado para fora do corpo físico, aquele em que o indivíduo se encontra temporariamente com seus veículos de manifestação em descoincidência.
  • Extrafísico: Corresponde ao estado de consciência na dimensão extrafísica, após o ato da dessoma (morte biológica) ou antes do renascimento.
  • Estado de Consciência contínua: Estado de consciência completamente lúcido, onde se percebe todo o processo de soltura e separação dos corpos, podendo chegar à soltura do mentalsoma ou à projeção mental.

Para se manifestar a partir desses 4 estados conscienciais básicos, a consciência utiliza seu conjunto de corpos, ou seja, o seu holossoma, listados abaixo:

  • Soma: corpo humano.
  • Energossoma: corpo energético.
  • Psicossoma: corpo emocional.
  • Mentalsoma: corpo mental.

Na vigília física ordinária, todos esses veículos estão coincididos ou encaixados. Na vida não-física ou extrafísica, quando estamos projetados ou no estado extrafísico, ocorre a descoincidência ou desencaixe entre esses veículos, levando-nos a nos manifestar em múltiplas dimensões, além da dimensão física.

Portanto, na Conscienciologia, o pesquisador é o cientista de si mesmo, sendo ao mesmo tempo, o próprio objeto de estudo. Busca-se com isso que própria pessoa faça sua autopesquisa e seja responsável diretamente pelas suas experiências, experiências estas assentadas em bases cosmoéticas e norteada pelo “Princípio da Descrença” que preconiza que não devemos acreditar em nada, nem mesmo naquilo que está escrito aqui neste texto, em um livro ou naquilo que outras pessoas relatarem. A proposta é substituir a crença pelo conhecimento através da experiência vivida pela própria pessoa. A vivência dos fenômenos parapsíquicos é autopersuasiva e esclarecedora.

No Centro de Altos Estudos da Conscienciologia, complexo localizado em Foz do Iguaçu, ocorrem cursos regularmente com estas temáticas e existem laboratórios individuais ou em grupo para experimentação parapsíquica e desenvolvimento de fenômenos como a projeção para fora do corpo humano, a clarividência, os acoplamentos energéticos, entre muitos outros.

Para aprofundar os conhecimentos básicos sobre a Conscienciologia algumas obras são indicadas. Dentre estas obras, destacamos os livros “Nossa Evolução” e o livro “Projeções da Consciência – Diário de Experiências Fora do Corpo Físico”. Além isso, a Conscienciologia possui alguns tratados públicos, com destaque para o Tratado “Projeciologia – Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano” e o tratado “700 Experimentos da Conscienciologia”. Alguns destes livros e tratados podem inclusive ser baixados gratuitamente no site da Editares, a editora da Conscienciologia.

Autor
Eduardo Catalano

Eduardo Catalano

Psicólogo; Voluntário da área de Comunicação do CEAEC

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Cadastre-se

📩 Receba NOVIDADES sobre a Agenda de Eventos do CEAEC. 
Insira seu melhor e-mail abaixo:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Publicações Recentes