O quanto você conhece da Conscienciologia?

Você tem curiosidades sobre a Conscienciologia, se deparou  há pouco tempo com a ideia, ouviu falar, leu a respeito, participou de eventos, fez cursos, foi aluno, se engajou na autopesquisa ou já exerce voluntariado de Instituição Conscienciocêntrica

Quaisquer relações que você mantenha em relação à Conscienciologia pode não ser suficiente para responder à pergunta provocativa do título deste texto em termos de expressões quantitativas. O “muito” para quem já leu, estudou ou mesmo pesquisou ainda pode ser pouco em relação ao que ainda pode vir a saber.

A Conscienciologia é uma neociência com o propósito de pesquisar, experimentar, propor teses e disseminar conhecimentos de ponta sobre os seres humanos e o universo onde nos inserimos, utilizando princípios de caráter científico. 

Para estudar e praticar a Conscienciologia não há necessidade de certificados ou diploma formal, pois ela é acessível a todas as pessoas abertas a novos conhecimentos sobre o universo que as circunda ou a respeito de si mesmas e o amadurecimento individual e coletivo.

Na Conscienciologia, se busca esclarecer os importantes emblemas da vida sem o uso das crenças preconcebidas da religião ou de linhas esotéricas através do mecanismo da “Empurrologia ”, de ditar verdades prontas.

Ao contrário da pseudociência propalada por algumas linhas místicas, a Conscienciologia tem por alvo divulgar os métodos e resultados dos seus estudos e pesquisas, incentivando a experimentação íntima da pessoa para obter por si mesma as suas próprias conclusões. Por isso, a premissa fundamental é o Princípio da Descrença

Em função desse princípio, o lema principal das Instituições Conscienciológicas, as quais são centradas na pesquisa e na difusão de  temas relacionados à Conscienciologia, é:

Não acredite em nada simplesmente,
tenha as suas próprias  experiências. 

Quem faz uso do raciocínio descrenciológico um hábito constante, buscando analisar e vivenciar aquilo que lhe é dito, trilha à frente no seu caminho evolutivo. Isso se traduz em satisfação pessoal e força realizadora. Bastante EXPERIMENTE.

Independente de quanto você já sabe sobre as publicações da Conscienciologia, do legado deixado pelo propositor Waldo Vieira com 4 tratados que fundamentam as suas ideias de ponta da Conscienciologia, nas teorias e hipóteses lançadas ainda há o que ser explorado, pesquisado e entendido. À medida que avança o conhecimento de cada um de nós sobre a consciência, observa-se que há algo novo a desnudar, inclusive dos conceitos mais elementares.  

Independente do quanto você já leu dos livros inúmeros livros conscienciológicos publicados, dos artigos constantes nos 16 atuais periódicos técnico-científicos da comunidade conscienciológica e dos mais de 5.500 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia escritos por 840 verbetógrafos (números do mês de abril de 2021), ainda há muita pesquisa a ser feita, e bastante a ser experimentado, inclusive das técnicas de base, as quais quando aplicadas podem surpreender o praticante, inclusive os mais experimentados.

Conclusão:

Todas as pessoas, sejam iniciantes ou veteranas na Conscienciologia terá sempre ao seu dispor mais conhecimento básico a adquirir e a experimentar, quem sabe, de um jeito diferente.

O curso “Bases da Conscienciologia” que o CEAEC oferece atende aos interessados em se embrenhar nesses conhecimentos e abrir picadas para o prazer de se conhecer mais.

Que tal experimentá-lo?       

Autora

Nilse Oliveira

Consultora Administrativa. Graduada em Matemática. Pós-graduações em Administração e Análises de Sistema. Especialista em Psicopedagogia Clínica. Pesquisadora e Professora Voluntária da Conscienciologia.
Voluntária desde 1999 e docente desde 2003.
Atua atualmente no CEAEC e CONSCIUS.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Cadastre-se

📩 Receba NOVIDADES sobre a Agenda de Eventos do CEAEC. 
Insira seu melhor e-mail abaixo:

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Publicações Recentes