Experimento no Laboratório Serenarium na Aracê

O Laboratório Serenarium

 

“A questão mais crítica ao ser social será sempre: Onde, como e quanto tenho sido um ser original lúcido ou mera cópia xerox, inconsciente?”
Waldo Vieira

 

Desde o ano 2000, quando o Professor Waldo Vieira propôs o Laboratório Radical da Heurística, posteriormente denominado Serenarium, o desafio da experiência de serenauta sempre esteve em nossos planos. 

No contexto da Serenariologia, finalmente, depois de 16 anos de atividades do Laboratório, tivemos o privilégio de vivenciar o Serenarium, nos dias de 21 a 24 de janeiro de 2022. O experimento compôs o total de 3 dias, ou 72 horas, de duração que inclui ainda, em períodos pré e pós-experimento, outras 48 horas para descompressão, antes de entrar no laboratório e mais 24 horas, com o retorno gradual, depois do experimento no Centro de Apoio ao Serenarium (CAS), além de 4 dias adicionais para chegada e ambientação no Campus.

 

A motivação para o experimento

O Serenarium constitui uma câmara multidimensional voltada à aplicação de métodos inventivos para ajudar a consciência a captar, de maneira profunda, ideias originais a respeito dela mesma. Nesse sentido, foi projetado para constituir um ambiente voltado à autodescoberta a partir da raiz promotora das experiências pessoais.

Laboratórios Serenarium encontram-se disponíveis na Aracê e na Assinvéxis.

A ASSINVÉXIS – Associação Internacional de Inversão Existencial – é uma instituição centrada no estudo da consciência (Conscienciologia), com fins científicos, educacionais e culturais, sem fins de lucro, independente, que visa promover, divulgar e debater a técnica da inversão existencial e temas afins, por exemplo: adolescência, planejamento de vida desde a juventude, evolução íntima, parapsiquismo, desenvolvimento da intelectualidade, convivialidade sadia, carreira profissional e programação existencial.

Para saber mais, acesse: https://assinvexis.org/instituicao-assinvexis/

Optamos por fazer o experimento na Aracê por lá existirem 3 laboratórios e, nesse sentido, ser possível a experiência individual, porém concomitante de dupla evolutiva, além também de visitar e vivenciar o ambiente e materpensenes da IC e região da Aracê.

A motivação principal foi, conforme os objetivos do Laboratório, captação de ideias originais (verpons); acesso a experiências pregressas relativas à proéxis pessoal; e, principalmente, ampliação do autoconhecimento.

O agendamento foi realizado em outubro de 2021, quando tivemos acesso aos critérios e condições necessárias para a realização do experimento.

 

A Aracê (Associação Internacional para a Evolução da Consciência)

O Campus-sede da IC Aracê localiza-se na Rota do Conhecimento, km 7, em Pedra Azul, no município de Domingos Martins, Espírito Santo. A essência e identificação da IC, inclui, em ordem funcional, três materpensenes:

  1. Intrafisicologia. As relações e vivências do indivíduo nesta dimensão intrafísica ou humana. 
  2. Grupocarmologia. As relações ou princípios de causa e efeito atuantes na evolução da consciência quando centrados no grupo evolutivo. 
  3. Serenologia. O Homo sapiens serenissimus, traços pessoais, características e consequências evolutivas.

Chegada e ambientação na Aracê

Nossa chegada na Aracê ocorreu no sábado, 15 de fevereiro. No domingo, realizamos uma visita técnica às instalações da IC, incluindo plenárias, casa do pesquisador, área residencial, polo das ICs, Praça Laboratorial no alto da montanha e trilhas ecológicas, além de conhecer um pouco melhor o local e o mapa da região.

Segunda e terça-feira nos dedicamos a visitar a Pedra Azul e a Rota do Lagarto. Também estivemos em Venda Nova do Imigrante, o que nos ajudou a compreender os materpensenes da Aracê. Tivemos oportunidade de assistir uma interessante apresentação sobre a Fazenda Carnielli com relato sobre a integração das famílias e forças de trabalho conjunto em Venda Nova do Imigrante. Um incomum exemplo de união familiar nas Montanhas do Espírito Santo e o berço do Agroturismo no Brasil.

Com a perspectiva da melhoria regional, algumas famílias passaram a promover o acolhimento e educação local, visando o constante aperfeiçoamento da produção da agricultura local, base estrutural da fundação do turismo de produção rural ou o Agriturismo. Afinal, quanto mais produtos de qualidade disponíveis melhor para toda a região, que nesse sentido, também se tornou exemplo de pioneirismo no trabalho voluntário.

Por fim, outro sincronismo bem interessante foi a obra, com fortes laços locais, Gestão Integrada do Território: Economia, Sociedade, Ambiente e Cultura, cujo conceito é apresentado e desenvolvido por Inguelore Scheunemann e Luiz Oosterbeek (Rio de Janeiro: Instituto BioAtlântica – IBIO, 2012). A Gestão Integrada do Território refere-se à necessidade de compreender a natureza integrada e sistêmica das dificuldades atuais. Não se superará as atuais crises sem uma nova ordem, não se evitarão possíveis rupturas sem inovação e equidade social, não se resolverão angústias locais sem uma estratégia conjunta. A sociedade, a economia, o ambiente, as culturas – a realidade complexa do território clama por estratégias integradas que superem as atuais visões binárias, parciais e autoritárias. 

 

O experimento em si

Sem dúvida, a experiência de 72 horas, verdadeira parada no tempo e no espaço, sem qualquer acesso a nada ou ninguém, apenas ao restrito ambiente do laboratório, com o mínimo indispensável, espécie de “prisão desaprisionadora”, representa o autoenfrentamento de uma revisão existencial de alto potencial, aliado à reconhecida assistência serenológica, segundo alguns serenautas veteranos, por atender as necessidades individuais na exata medida, nem de mais, nem de menos. 

Sincronismos e experiências parapsíquicas proliferaram em todas as fases laboratorial, antes, durante e pós-experimento. 

Não acredite em nada exposto aqui, tenha sua experiência.

 

Recomendação aos interessados

Concluímos deixando nossas recomendações aos interessados em vivenciar o acolhimento da equipe Aracê, conhecer e experimentar o Serenarium e toda a estrutura da IC, completa em termos de segurança consciencial nos mínimos detalhes. Ainda, a relevância do trinômio materpensênico institucional Intrafisicologia-Grupocarmalogia-Serenologia para a compreensão e transcendência do contexto atual.

Também vale chamar atenção para a integração da região Aracê com a natureza, em termos de força e vitalidade natural da fauna e flora. A exemplo do líquen rosa comumente presente nos troncos das árvores da região, sinal da qualidade do ar local, facilitando e estimulando a convivência com ampla variedade de animais silvestres como por exemplo, seriema, jacus, teius, veados entre vários outros.

Por fim, fica a dica do livro Serenarium – O primeiro laboratório de autopesquisa em imersão de 72 horas do Planeta, organização de Ana Seno e Eliane Stédile (Foz do Iguaçu, PR: Editares, 2020), imperdível documento institucional com completa visão de conjunto sobre o que talvez pudesse ser chamado de a ferramenta mais efetiva para aceleração da história pessoal.

Sincera gratidão e os melhores votos de completismo megaproéxico à toda equipe da IC Aracê.

O Laboratório Serenarium
Autor

Antonio Pitaguari

Administrador e Nutricionista. Professor universitário. Voluntário do CEAEC desde 2003. Professor de Conscienciologia desde 1991.

Compartilhe
Cadastre-se

📩 Receba NOVIDADES sobre a Agenda de Eventos do CEAEC. Insira seu melhor e-mail abaixo:

Publicações Recentes